Paulo Coelho

Biografia

Vida de Escritor - Paulo CoelhoPaulo Coelho de Souza nasceu numa família de classe altana cidade do Rio de Janeiro, em 24 de agosto de 1947, filho do engenheiro Pedro Paulo Coelho e de Lígia Coelho.

Com sete anos de idade Paulo Coelho ingressava no tradicional Colégio Santo Inácio, no Rio de Janeiro.

Desde cedo gostava de escrever e, mantinha um diário com diversas anotações.

No colégio, participava de concursos de poesia e cursos de teatro com o seu colega Paulo Cunha.

No entanto, seu pai queria que ele fosse engenheiro e sua mãe desestimulava Paulo a seguir a carreira de escritor, por isso as brigas com os pais eram constantes e, Paulo teve muitas crises de depressão e raiva na adolescência, tendo sido internado três vezes em uma clínica de repouso, onde foi tratado por psicólogos.

É casado, desde 1981, com a artista plástica Christina Oiticica.

Outros Dons

Antes de dedicar-se inteiramente à literatura, trabalhou com diretor e autor de teatro, jornalista e compositor.   Escreveu letras de música para alguns dos nomes mais famosos da música brasileira, como Elis Regina e Rita Lee.

Seu trabalho mais conhecido, porém, foram as parcerias musicais com Raul Seixas, que resultou em sucessos como “Eu nasci há dez mil anos atrás”, “Gita”, “Al Capone”, entre outras 60 composições com o grande mito do rock no Brasil.

Foi diretor da companhia discográfica CBS e do jornal Express Underground, professor de teatro e secretário de redação do jornal O Globo. Fundou a Revista 2001.

Seu fascínio pela busca espiritual, que data da época em que, como hippie, viajava pelo mundo, resultou numa série de experiências em sociedades secretas, religiões orientais, etc.

Carreira

Vida de Escritor - Paulo CoelhoEm 1982, ele editou próprio seu primeiro livro, Arquivos do Inferno, que não teve qualquer repercussão pela mídia.

Em 1985, participou do livro O Manual Prático do Vampirismo, que mais tarde mandou recolher por considerá-lo “de má qualidade”.

Em 1986, fez a peregrinação pelo Caminho de Santiago, na Espanha, e, a partir dessa experiência marcante, escreveu o livro “O Diário de um Mago – O Peregrino”, em 1987.

No ano seguinte, publicou O Alquimista, que se transformaria no livro brasileiro mais vendido em todos os tempos.

Outros títulos se sucederam: Brida (1990), As Valkírias (1992), Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei (1994), Maktub (coletânea das melhores colunas publicadas na Folha de S. Paulo, 1994), uma compilação de textos seus em Frases (1995), O Monte Cinco (1996), O Manual do Guerreiro da Luz (1997), Veronika Decide Morrer (1998), e O Demônio e a Srta. Prym (2000), a coletânea de contos tradicionais em Histórias para Pais, Filhos e Netos (2001), Onze Minutos (2003), O Gênio e as Rosas – ilustrado por Mauricio de Souza (2004) O Zahir (2005), A bruxa de Portobello (2006),  O vencedor está só (2008) Aleph (2010), Manuscrito encontrado em Accra (2012), Adultério (2014) .

Paulo Coelho conseguiu ter três títulos ao mesmo tempo nas listas de mais vendidos na França, Brasil, Polônia, Suíça, Áustria, Argentina, Grécia, Croácia.

De acordo com a revista francesa Lire, foi o segundo escritor mais vendido do mundo em 1998. Autor de um trabalho polêmico, tem críticos apaixonados – a favor e contra.

Sua obra foi traduzida em 69 línguas e editada em mais de 150 países, fato notável em sua vida foi o de ter sido o primeiro escritor não muçulmano que visitou o Irã desde a revolução islâmica de 1979.

Fez também a adaptação de O Dom Supremo (Henry Drummond) e Cartas de Amor de um Profeta (Khalil Gibran).

Chegou ao primeiro lugar da lista dos mais vendidos em 18 países, sendo elogiado por pessoas tão diferentes como o Prêmio Nobel de Literatura Kenzaburo Oe, o prêmio Nobel da Paz Shimon Peres, a cantora Madonna e Julia Roberts, que o consideram seu livro favorito.

Paulo Coelho pertence ao Board do Instituto Shimon Peres para a Paz, é Conselheiro Especial da UNESCO para “Diálogos Interculturais e convergências espirituais” e membro da diretoria da Schwab Foundation for Social Entrepreneurship, que distribuiu anualmente um prêmio de U$ 1 milhão para empreendedores sociais.

PAULO COELHO entrou para o Guinness Book of Records como o autor que mais assinou livros em edições diferentes (dia 9 de Outubro 2003, Feira do Livro de Frankfurt).

Em Outubro 2008, Paulo entrou pela segunda vez no Guiness Book of Records pelo seu livro O Alquimista – livro mais traduzido do mundo (69 idiomas).

Mantém o Instituto Paulo Coelho, uma instituição sem fins lucrativos, financiada exclusivamente pelos direitos autorais do escritor.  A idéia central não é fazer caridade, mas dar oportunidade às camadas menos favorecidas e excluídas da sociedade brasileira.  Desta maneira, o Instituto concentra sua verba na infância e na terceira idade.

 Principais prêmios e condecorações

Vida de Escritor - Paulo CoelhoPrix Lectrices d’Elle – França(1995)
Knight of Artsand Letters – França(1996)
Flaiano International Award – Itália(1996)
Super Grinzane Cavour Book Award – (Itália(1996)
Golden Book – Iugoslávia(1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2000 e 2004)
Finalist for the International IMPAC Literary Award – Irlanda(1997 e 2000)
Comendador de Ordem do Rio Branco – Brasil(1998)
Crystal Award – World Economic Forum(1999)
Golden Medal of Galicia – Espanha(1999)
Chevalier de l’Ordre National de La Legion d’Honneur – França(1999)
Crystal Mirror Award – Polônia(2000)
Premio Fregene de Literatura -Itália(2001)
Premio Bambi de Personalidade Cultural do Ano – Alemanha(2001)
Best Fiction Corine International Award 2002 for The Alchemist – Alemanha(2002)
Golden Bestseller Prize from the largest circulation daily “ Veèernje Novosti” – Sérvia(2004)
Ex Libris Award for Eleven Minutes – Sérvia(2004)
Nielsen Gold Book Award for The Alchemist – Reino Unido(2004)
Orderof St. Sophia for contribution tore viva lof science and culture – Ucrania(2004)
Order of Honour of Ukraine – Ucrania (2004)
The Budapest Prize – Humgria(2005)
Goldene Feder Award – Alemanha(2005)
Direct Group International Author Award(2005)
Elle – Melhor escritor Internacional Espanha (2008)
Inauguração da Rúa Paulo Coelho – Santiago de Compostela – Espanha(2008)
Distinction of Honour from the City of Odense (Hans Christian Andersen Award) – Dinamarca(2007)
The award for the Best selling book in the foreign literature during – Polônia(2007)
Las Pergolas Prize 2006 by the Association of Mexican Book sellers (ALMAC) – Mexico(2006)
Platin Book Award for “The Zahir” byAustria’s book sellers – Austria(2006)
Cruz do Mérito do Empreendedor Juscelino Kubitschek – Brasil(2006)
I Premio Álavaen el Corazón – Espanha(2006)
Wilbur Award – Estados Unidos(2006)
Premio Kiklop pelo O Zahir na categoria Hit of theYear – Croácia(2006)

Bibliografia

Vida de Escritor - Paulo CoelhoArquivos do Inferno. Ed. Shogun, 1982.

O Manual Prático do Vampirismo. 1985.

O Teatro na Educação. Ed. Forense Universitária autores, 1973.

O Diário de um Mago – O Peregrino. Rio de Janeiro: Ed. Rocco, 1987.

O Alquimista. Rio de Janeiro: Ed. Rocco, 1988.

Brida. Rio de Janeiro: Ed. Rocco, 1990.

O Dom Supremo (adaptação do livro de Henry Drummond). Rio de Janeiro: Ed. Rocco, 1991.

As Valkírias. Rio de Janeiro: Ed. Rocco, 1992.

Na Margem do Rio Pedra Eu Sentei e Chorei. Rio de Janeiro: Ed. Rocco, 1994.

Maktub (coletânea de seus melhores textos na Folha de S. Paulo). Rio de Janeiro: Ed. Rocco, 1994.

Palavras Essenciais. Ed. Vergara & Riba, 1995.

O Monte Cinco. Rio de Janeiro: Ed. Objetiva, 1996.

O Manual do Guerreiro da Luz. Rio de Janeiro: Ed. Objetiva, 1997.

Cartas de Amor de um Profeta (adaptação do livro de Khalil Gibran). Rio de Janeiro: ed. Ediouro, 1997.

Veronika Decide Morrer. Rio de Janeiro: Ed. Objetiva, 1998.

As Confissões do Peregrino (biografia escrita pelo jornalista espanhol Juan Arias a partir de seu depoimento). Rio de Janeiro: Ed. Objetiva, 1999.

O Demônio e a Srta. Prym. Rio de Janeiro: Ed. Objetiva, 2000.

Histórias para Pais, Filhos e Netos (coletânea de contos tradicionais). Rio de Janeiro: Ed. Globo, 2001.

Onze Minutos. Rio de Janeiro: Ed. Rocco, 2003.

O Gênio e as Rosas. Ilustrado por Maurício de Souza. Rio de Janeiro: Ed. Globo, 2004.

O Zahir. Rio de Janeiro: Ed. Rocco, 2005.

Ser Como o Rio que Flui –  Ed.Agir, 2006

A Bruxa de Portobello –  Ed. Planeta, 2007

O Vencedor Está Só –  Ed. Agir, 2008.

Aleph (2010), Ed. Sextante

Manuscrito encontrado em Accra (2012), Ed. Sextante

Adultério (2014), Ed. Sextante

Frases de Paulo Coelho

“Não existe nada de completamente errado no mundo, mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia.”Vida de Escritor - Paulo Coelho

“Quem tentar possuir uma flor, verá sua beleza murchando. Mas quem apenas olhar uma flor num campo, permanecerá para sempre com ela. Você nunca será minha e por isso terei você para sempre”

“Um ancião índio norte-americano, certa vez, descreveu seus conflitos internos da seguinte maneira:
– Dentro de mim há dois cachorros. Um deles é cruel e mau. O outro é muito bom, e eles estão sempre brigando.
Quando lhe perguntaram qual cachorro ganhava a briga, o ancião parou, refletiu e respondeu:
– Aquele que eu alimento mais frequentemente.”

“Uma coisa é você achar que está no caminho certo, outra é achar que o seu caminho é o único. Nunca podemos julgar a vida dos outros, porque cada um sabe da sua própria dor e renúncia.”

“Quantas coisas perdemos por medo de perder.”

“Se você não acorda cedo, nunca conseguirá ver o sol nascendo. Se você não reza, embora Deus esteja sempre perto, você nunca conseguirá notar sua presença.”

“A possibilidade de realizarmos um sonho é o que torna a vida interessante.”

“Todos os dias Deus nos dá um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes. O instante mágico é o momento em que um ‘sim’ ou um ‘não’ pode mudar toda a nossa existência.”

“A felicidade às vezes é uma bênção – mas geralmente é uma conquista.”


Fontes:

http://www.academia.org.br/academicos/paulo-coelho/biografia