Escreva um final memorável para sua história

Uma das grandes angustias que alguns escritores têm, é no momento de pensar no final de sua história.

Podemos perceber que alguns finais não agradaram o público, quando alguém comenta sobre algum filme que assistiu.

A decepção da pessoa é bem nítida quando ela diz: “Pior que o ator principal morre no final. Ou então ela diz, “Não gostei do final, pensei que seria diferente”

Ao ler o final de uma história que você gostou, você percebe o incrível empenho que o escritor empregou no desfecho da trama e, como ele conseguiu deixa-la memorável.

Pois é o final de uma história, que faz o leitor suspirar e se lembrar de todo o desfecho, mesmo após muito tempo depois de ter lido.

Você pode estar imaginando como realizar este feito, será que o final da história que estou escrevendo, terá a mesma qualidade e trará a satisfação que os leitores procuram?

Como conseguir um final da história digno de palmas e reverências?

Escrevi abaixo algumas dicas e técnicas que podem auxiliar neste ponto.

A angustia do final

Quando necessitamos de terminar algo, especialmente algo com boa qualidade, a atividade necessita de mais detalhes e dedicação.

Quando se trata do final de uma história que você está escrevendo, onde nela foi empregado muito tempo e vontade, as dúvidas sobre o próximo passo a ser seguido serão muitas.

As dúvidas podem ser, se o final é adequado aos personagens, se os leitores irão gostar do desfecho, se você conseguiu deixar um gancho para a próxima história, entre outras dúvidas que poderão surgir.

Devido a tudo isso, não é difícil que você tenha ansiedade em escrever o final da sua história, mas fique paralisado e sem ideias para deixar tudo conforme os leitores esperam, pois você deve perseguir por um final que seja lembrado por eles.

Gere emoção do protagonista

Para escrever um bom final para sua história, o ingrediente principal é gerar emoção desde a primeira página.  Desta forma você conseguirá engajar os leitores na sua história.

Para gerar emoção é necessário senti-la, portanto, ao escrever o final da história, obtenha a percepção do personagem quanto ao rumo da história, seus sentimentos e desejos.

Tenha em mente, que a vontade de satisfazer seus leitores quanto ao final de cada personagem, pode ser prejudicial para sua história.

Agradar a todos é impossível e, realizar manobras para atender as expectativas gera um final fora da realidade dos personagens e do sentido da história.

E quando você saberá que chegou ao final da história?

Você saberá, quando chegar no ponto onde não existe mais saída para o personagem, quando as opções se esgotaram e a missão do protagonista foi realizada, ou percebe que não há como realizar tal missão.

Considerações

Resta agora, lapidar seu texto para gerar coerência no encerramento da história.

Toda esta montagem é um processo que deve ser analisado com uma lógica, para ter um final excepcional.  Não necessariamente, o protagonista deve ter um final feliz, na verdade em algumas histórias, o protagonista morre logo no início e o desenrolar, gera em torno desta morte.

Esta é uma composição aceita, mas você precisa estar atento as pistas que a própria história deixa pelo caminho, no momento que escreve.

Neste link, você tem acesso ao artigo sobre criatividade, ele pode te auxiliar na elaboração de ideias para escrever o final de sua história.

Até breve
Helder Diorio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *