Criando Personagens para Trama

Personagem

Ao iniciar o projeto de um livro, algumas pessoas procuram pensar na trama como um contexto macro, depois tentam encaixar alguns personagens para “tapar buraco” aberto, criando personagens para trama.

Porém é necessário ter personagens que sustentem a trama de forma que não a deixem vazias e sem sentido, em outras palavras, deve se criar personagens que sejam marcantes e prendam a atenção dos leitores pelos detalhes, deixando sua trama composta e adequada a sua história.

Como criar personagens

Para construir personagens marcantes, as aparências físicas são menos importantes do que suas qualidades e características psíquicas.

Ao descrever somente as características físicas, como: idade, peso, altura, estilo da roupa, e afins, torna o personagem muito superficial, pois o fato dele ser pesado ou idoso fará pouca diferença no contexto geral.

Não que estas informações deixem de ser importantes, mas para deixar uma marca forte, descrever os detalhes psicológicos fazem uma grande diferença quando a intensão é despertar a curiosidade dos leitores, as características físicas poderão se alinhar durante o desenrolar da história.

Especificar as qualidades emocionais do personagem como, o tipo de temperamento, a forma como ele (a) reage em determinada ação, quais são seus medos e quais os traumas, o que deixa seu personagem feliz e que o deixa triste.

Coloque todas estas informações num papel, anote todas as características e não confie em sua memória.

O que esperar dos personagens

Agora vamos partir para as expectativas, esta é a parte onde você define quais os objetivos de cada personagem.

Você deve colocar no papel quais são os obstáculos que seus personagens terão, quais os fatores externos e internos que atingem diretamente os personagens.

Quais sacrifícios eles terão de enfrentar, pense nas coisas físicas como perda de bens, mas também em questões morais como cometer roubo ou inadimplência, pense em algo que o personagem jamais pensou que iria sofrer.

Descreva os defeitos que os personagens tenham, por mais que você queira passar integridade dos personagens, eles podem ter traumas ou lembranças da infância que preferem deixar escondidas.

Quanto aos vilões, não pense que eles possuem somente falhas, alguns já se demonstraram completamente intelectuais e bem preparados nos atos que executam.

Haja vista os vilões discriminados nos contos de Sir. Sherlock Holmes ou do agente secreto 007.

Descreva também os medos de seus personagens, por quais motivos eles podem recuar ou deixar de realizar alguma tarefa por temer algo.      Seja por pura falta de coragem, por medo de errar ou por viver procrastinando.  Por mais que você queria passar a fama de corajoso ao personagem, sempre há algum motivo que pode deixa-lo abatido.

Montagem final

Após fazer todo este levantamento e estudo de cada característica dos personagens, monte uma ficha completa de cada um fazendo com que tudo isso crie sentido dentro da sua história.

Nesta hora você pode completar as demais características físicas determinando tudo que pensou lá no início de nosso artigo.

Para ficar mais fácil, monte uma planilha com todas estas características e informações de cada personagem, assim você terá todas as informações dispostas num só banco de dados, ficando mais fácil para consultas conforme for evoluindo com sua história.

 

Deixe seu comentário abaixo, assim você ajuda na manutenção dos próximos artigos.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *