Como Escrever Cenas

A criação de uma história, nada mais é do que uma seqüência de cenas a serem transmitidas ao leitor.

A palavra Cena pelo dicionário Informal, é descrito da seguinte forma; “Conjunto de personagens, atores e coadjuvantes. É um teatro onde várias pessoas fazem parte de uma só história, e todos juntos formam o que chamamos de uma cena, que tem palavras movimentos fictícios, como animais e até seres humanos que representam pessoas enigmáticas, tudo isso formam uma cena.”

Para conseguir que a seqüência de cenas, seja compreensível e gere interesse dos leitores, é necessária aplicar algumas técnicas para construí-las, sem que gerem dúvidas.

Quando assistimos a um filme, nossa visão é de espectador de uma seqüência de cenas e, para entender os fatos que estão sendo apresentadas, as cenas devem ser compostas de ações com início meio e fim.

O Ponto de Vista

Como Escrever Cenas

Quando escrevemos uma história, devemos ter em mente o tipo de visão que desejamos transmitir ao leitor.

Por exemplo; se a cena esta sendo apresentada através da visão do personagem, devemos determinar o local onde ele esta, se está sozinho e quais ações estão sendo desenvolvidas.

O Ponto de Vista, também conhecido como P.O.V. (Point of View), é a visão no qual a cena está sendo mostrada, ela pode ser através da visão do personagem principal, de personagens secundários ou mesmo pelo narrador.

Determinar corretamente o P.O.V., evita deixar o leitor confuso e a leitura cansativa.  Por isso, ao iniciar um capítulo é importante que determine o P.O.V. e mantenha-se nele até o final

Existem algumas regras a serem seguidas para manter a utilização correta do P.O.V. dentro da cena.

  • O personagem que detém o P.O.V., não pode determinar o que os outros estão pensando ou sentindo, ele deve somente supor, através de conhecimento da vida dos outros personagens.
  • Quem detém o P.O.V., normalmente é uma pessoa comum, não tem super poderes para enxergar através das paredes, ou ouvir conversas a quilômetros de distância.
  • Ao determinar o personagem que utilizará o P.O.V. na cena, o escritor (a) deve gerar empatia, para não criar uma falsa visão da cena e ser interpretada de forma errônea.

 Tipo de Cenário

Como Escrever Cenas

A ação que o personagem está envolvido necessita de um cenário.

Trata-se do plano de fundo de onde a cena está sendo desenrolada.  Neste caso devemos pensar também, se o cenário irá colaborar nas ações do personagem.

Determine primeiro, se o cenário é uma casa, antiga ou moderna, uma praça, um escritório, decorado ou não, quais tipos de móveis.

Se por exemplo, seu personagem está num navio, imagine como é o bar daquele local, o ambiente externo com piscinas, a quantidade de passageiros, se o tempo está ensolarado, ou nublado, determine qual é o horário que a cena está se desenrolando, pois tudo isso contribuiu para um ambiente mais verdadeiro.

Imagine também se a temperatura de onde cena esta sendo desenrolada são frio ou quente, quais cheiros é possível serem sentidos, se o local é tranqüilo, barulhento ou causa medo.

Interação do Personagem

Assim como as cenas do cotidiano são transmitidas nos filmes através das imagens, é necessário que você construa situações, que demonstre seus personagens interagindo com os objetos no ambiente da sua história.Como Escrever Cenas

Pode ser uma xícara de café, levada à boca, várias vezes durante uma conversa na padaria, ou o modo como o barbeiro manuseia uma navalha, ao raspar a barba do cliente, até mesmo o momento em que o personagem consulta alguma mensagem em seu Smartphone, através dos toques dos dedos na tela touch.

A importância de criar situações em que o personagem interaja com o ambiente que o envolve, apresenta ao leitor mais veracidade na cena, fazendo com que ele participe mais da ação proposta no momento e, em situações a serem contadas a diante.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *